IEDV | Instituto Venoso

Filtro da Veia Cava

A embolia pulmonar é a maior causa de morte hospitalar que pode ser prevenida com a prevenção, diagnóstico precoce e tratamento imediato.

Além do tratamento da trombose venosa profunda, medidas de proteção dos pulmões devem ser consideradas em casos especiais, como o Implante de Filtros de Veia Cava para evitar que os coágulos acabem se deslocando e obstruindo a circulação pulmonar.

Existem dois tipos de filtros: os Permanentes e os Temporários. Os filtros permanentes são usados desde 1970 e são indicados para pacientes que possuem indicações para uso por toda a vida e contraindicação para o uso de medicações anticoagulantes. Os filtros temporários foram inicialmente desenvolvidos a partir de 1990, e são utilizados nos casos em que o risco de uma embolia pulmonar permanece apenas por um período, não sendo mais necessários depois que o risco é controlado ou tratado.

A indicação clássica para o uso do Filtros de Veia Cava em um paciente com Trombose são contraindicação ao uso de medicações anticoagulantes por risco de hemorragia,  complicações com o uso desses medicamentos, ou progressão da trombose apesar do uso dos anticoagulantes.

Outras indicações menos comuns são: presença de um coágulo flutuante em veia de grande calibre, dificuldade para o uso adequado dos medicamentos anticoagulantes, embolia pulmonar maciça, tratamento endovascular de trombose de grandes veias (cava e ilíacas), pacientes com trauma, cirurgias de grande porte ou condições clínicas de alto risco para a embolia pulmonar.

O implante dos filtros de veia cava é realizada por técnicas de cateterismo, minimamente invasiva, e sua liberação e posicionamento é feito com o uso de equipamento de radioscopia. Pode ser feito por punção em veias dos membros inferiores ou do pescoço. E sempre que possível deve ser retirado o mais rápido possível. Apesar de ser um procedimento de baixo risco, pode ocorrer complicações como hemorragias, perfuração de vísceras adjacentes, migração, embolização e até mesmo morte.

Para maiores informações e para tirar as dúvidas procure um cirurgião vascular.

Ficou com dúvidas?

Obter um diagnóstico preciso pode ser uma das experiências mais impactantes que você pode ter – especialmente se você está em busca dessa resposta há algum tempo. Podemos ajudá-lo a chegar lá.

São Paulo, SP